Can you see me?



Home Mensagem Meus escritos Sobre qql Theme

23 Sep 2014, Tue (32347)
via segredou
fonte acumul0s
"Por favor, não me analise. Não fique procurando cada ponto fraco meu. Se ninguém resiste a uma análise profunda, quanto mais eu… Ciumento, exigente, inseguro, carente. Todo cheio de marcas que a vida deixou. Vejo em cada grito de exigência. Um pedido de carência, um pedido de amor. Amor é síntese. É uma integração de dados. Não há que tirar nem pôr. Não me corte em fatias. Ninguém consegue abraçar um pedaço. Me envolva todo em seus braços. E eu serei o perfeito amor."
Mario Quintana.   

23 Sep 2014, Tue (875)
via animicida
fonte univerbos

23 Sep 2014, Tue (30178)
via romanteios
fonte tuumblr-do-sexo-deactivated2012

21 Sep 2014, Sun (269130)
via cause-andaffection
fonte ramenjesus-deactivated20121014

21 Sep 2014, Sun (1126)
via expurgar
fonte poesia-e-fe
"Ainda existe ir embora. Mas da onde? Eu sempre querendo ir embora. Mas pra onde? Quero um colo e um quente e um ombro que nunca conheci. Não é de homem, de amor, de força. O que é isso? Um enjoado que não faz passar mal. Um frio que não precisa de agasalho. Uma necessidade absurda de ir para um lugar que eu nem imagino qual seja. Uma saudade de vida inteira como se eu já tivesse vivido. Uma coisa enorme e ao mesmo tempo concentrada naquela picadinha de inseto atrás do meu joelho que incha e incomoda do tamanho do mundo. Uma angústia que estremece até aqueles cantos da gente que a gente passa batido. Uma coisa de cantos e não de peitos. Mas que acaba com o oxigênio."
Tati Bernardi. (via expurgar)

21 Sep 2014, Sun (959)
via regou
fonte ga-bi-to
"Cara, eu só queria te ver mostrando que precisa de mim, vez que outra. Que me amasse com ênfase nas vezes que não mereci ser amada. Porque, entre me sentir inútil só pra você e me sentir inútil pro resto do mundo, optei pela diversidade. Ok, não vou mentir, tenho sentimentos de estimação por você. Mas estou deixando de alimentá-los. Um dia eles morrem."
Gabito Nunes  (via regou)

21 Sep 2014, Sun (12260)
via regou
fonte c-a-n-a-r-i-o
"Muito prazer, meu nome é otário. Vindo de outros tempos mas sempre no horário, peixe fora d’água, borboletas no aquário. Muito prazer, meu nome é otário, na ponta dos cascos e fora do páreo, puro sangue puxando carroça. Um prazer cada vez mais raro, aerodinâmica num tanque de guerra, vaidades que a terra um dia há de comer. Ás de espadas fora do baralho, grandes negócios, pequeno empresário. Muito prazer, me chamam de otário… Por amor às causas perdidas. Tudo bem… até pode ser que os dragões sejam moinhos de vento. Tudo bem… seja o que for, seja por amor às causas perdidas. Muito prazer, ao seu dispor, se for por amor às causas perdidas."
Engenheiros do Hawaii, Dom Quixote.   (via regou)

20 Sep 2014, Sat (753939)
via so-personal
fonte observando
so-personal:

everything personal

so-personal:

everything personal


20 Sep 2014, Sat (25842)
via date
fonte intractably

20 Sep 2014, Sat (209)
via meuslimites
fonte velho-vilao
1
Theme